jun 15

1° MX PARK CRAJUBAR EM BARBALHA – CE

IMG-20160613-WA0015

CORRIDA SHOW!

UMA DAS PISTAS MAIS TOP DO ESTADO, COM ORGANIZAÇÃO DO NALDO, DIRETOR DE PROVA AURELIO E DIVULGACOES DA S2 SPORTS… NAO PODERIAMOS FALTAR!

BRAAAAPPPPPPP

 

mar 16

1° Etapa da Copa Altoestana em Janduís – RN 03/04/2016

IMG-20160309-WA0044

mar 16

2° Etapa do CCM e 11° Motocross de em Itapajé – CE 24/04/2016

IMG-20160309-WA0159

mar 15

Copa Altoestana de Motocross 2016

IMG-20160318-WA0005

Já virou sinônimo de Organização! Zezé Racing tem vivido pelo esporte e se destacado entre os grandes organizadores do Nordeste!

Então esse nome do Motocross está promovendo a Copa Altoestana de Motocross 2016 onde acompanharemos a cada etapa com datas e postagens pra divulgar ainda mais esses grandes eventos!

03/04: Janduís – RN
12/06: Umarizal – RN
17/07: C. Grande – RN
27/11: Umarizal – RN

BRAAAAAPPPPPPPPP

 

Abaixo o Regulamento:

FEMORN – FEDERAÇÃO DE MOTOCICLISMO DO RN

COPA ALTOESTANA DE MOTOCROSS 2016

REGULAMENTO

OBJETIVO

ART.01- A FEMORN – FEDERAÇÃO DE MOTOCICLISMO DO RIO GRANDE DO NORTE, é a única entidade capacitada por lei a, autorizar, aprovar e supervisionar atividades motociclisticas no Estado do Rio Grande do Norte e, em conseqüência, aprova o presente regulamento. A COPA ALTOESTANA 2016 é um torneio de nível regional de responsabilidade da empresa realizadora  de eventos ZEZERACING MOTOCROSS com CNPJ 21.182.895/0001-00 que deve obter autorizações das autoridades locais, conseguir ou contratar empresas de seguro, arquibancadas e ambulâncias com serviços médicos com as devidas autorizações e competências atestadas.

ART.02- A Copa terá no mínimo 03 provas e um máximo de 10 provas. A participação no evento é restrita aos atletas portadores de licença 2016 da CBM/FEMORN para o corrente ano, para pontuar na Copa Altoestana a licença do piloto poderá ser CBM Regional FEMORN ou CBM Nacional.

ART.03- Os pilotos poderão se inscrever em até 3 (três) categorias, desde que moto e piloto esteja dentro do padrão das categorias. ART 08 deste regulamento

ART.04- Ao assinarem a ficha de inscrição os pilotos declaram conhecer e aceitar todos os artigos deste regulamento e eximem a  FEMORN, promotores e patrocinadores da prova, de toda e qualquer espécie de responsabilidade por danos que venham a causar a terceiros e ou a si próprios, antes, durante e após o desenrolar da competição.

ART.05- Os pilotos menores de 18 (dezoito) anos deverão apresentar um Termo de Responsabilidade (conforme modelo da CBM, firmado em conjunto com o seu responsável legal). As assinaturas deverão ser autenticadas em cartório.

DEVERES DO PILOTO

ART.06- é dever de todos os pilotos nas competições, manter o mais alto espírito desportivo para com os demais concorrentes, antes, durante e após a competição e respeitar todas as disposições constantes no presente regulamento e seus adendos, bem como as disposições do código brasileiro de desportos, código brasileiro de motociclismo. A documentação do piloto e da moto é de única e exclusiva responsabilidade do piloto.

REGRAS GERAIS

ART.07- As Regras Gerais:

O Diretor de prova é o responsável pelo evento e será um membro da Empresa Zezeracing Motocross

E obrigatório à presença do piloto no briefing da prova.

Não é permitido que nenhum espectador ande nas pistas de moto ou quadriciclos.

Andar no aquecimento ou treino é apenas permitido para pilotos já inscritos na prova, antes que a mesma se inicie e apenas depois que o oficial de pista libere o aquecimento.

Os pilotos não deverão ultrapassar a primeira marcha quando estiverem andando na área dos boxes e sempre deverão utilizar capacete, a penalização para o descumprimento desta norma é a Desclassificação.

Os pilotos deverão estar inscritos na prova antes de circular com suas motos em qualquer área do evento.

A organização deverá ter nos treinos e nas provas pelo menos duas ambulâncias com equipe de Resgate médico.

O organizador deverá colocar nos dias de treinos e na competição, seguindo os critérios do diretor de prova, sinalizadores munidos de bandeiras em locais perigosos com possibilidades e de cortes de caminho.

É expressamente proibido ao piloto andar em sentido contrário à prova, sob pena de Desclassificação.

É expressamente proibido ao piloto INGERIR BEBIDA ALCOOLICA sob pena de Desclassificação.

ART.08-  CATEGORIAS

Uma categoria deverá ter no mínimo 3 (três) pilotos participantes para ser válida.

As categorias estão divididas da seguinte forma:

TITAN Motos com quadro de CG, TITAN, CBX, rodas de aro 18” dianteira e traseira, duplo amortecedor traseiro, motores       com caixa de câmbio de até 150cc.  Liberado preparações de suspensão e cilindro.

XR200   Motos com quadro de XL125, Bross, XTZ125, CRF150, DT200, XR200, motores com caixa de câmbio de até 200cc.     Liberado preparações de suspensão e cilindro.

OPEN NACIONAL   Pilotos que completem  34 anos em 2016. Motos nacionais

MIRIM    Pilotos de  8 a 12 anos, ano base 2003, motos 2t até 60cc e 4t ate 150cc

JUNIOR   Pilotos de  12 a 16 anos, ano base 1999, motos 2t até 85cc,4t motos até 230cc

INICIANTE   Pilotos iniciantes e de baixo nível técnico. Motos nacionais

AMADOR   Pilotos de nível técnico intermediário. Motos nacionais

NACIONAL PRO   Força livre.  Motos nacionais

MX 5   Pilotos que completem  50 anos em 2016, MXF e convidados

MX 4   Pilotos que completem  40 anos em 2016. Motos importadas

MX 3   Pilotos que completem  35 anos em 2016. Motos importadas

MX PRO   Forca livre. Motos importadas

Observação: O piloto iniciante poderá participar  Amador, o piloto Amador poderá participar da Nacional PRO, o piloto Nacional PRO não poderá participar da Amador, nem Amador poderá participas da Iniciante

ART09- A comissão técnica deverá ser composta  por  três pessoas credenciadas pela empresa Zezeracing Motocross

VISTORIA

ART.10- A vistoria nas motos será feita antes dos treinos oficiais. Motos deverão ter número frontal (12x8cm) e lateral visível, freio dianteiro e traseiro funcionando, suspensão funcionando normalmente, manoplas inteiras e manetes sem pontas cortantes, botão de corta corrente funcionando, aros e pneus em bom estado.

ART.11-   As motos não podem ter:  farol; piscas; lanternas; pedaleira traseira; descanso lateral ou central.

ART.12- Equipamentos de segurança como capacetes, óculos, calça, camisa manga longa, colete, luvas e botas serão inspecionados na entrada do parque de espera, na ausência de um item de segurança, o piloto será impedido de competir.  A documentação da motocicleta e os equipamentos de segurança são de responsabilidade exclusiva do piloto.

GATE

ART.13- A partir da 2ª etapa, os 3 (três) primeiros colocados de cada categoria não participarão de classificatórias e terão prioridade na escolha do start gate, as subseqüentes de acordo com a ordem de inscrição na prova.

ART.14- No sentido de se evitar acidentes e proporcionar uma  cronometragem eficaz  , para cada pista a direção de prova determinará a quantidade de pilotos no START GATE, isso de acordo com tamanho, largura e condições das pistas, assim como também limitará saltos para as categorias MIRIM, JUNIOR, TITAN, INICIANTES E 200cc de acordo com nível de dificuldades para os mesmos.

CLASSIFICATÓRIAS

ART.15  As classificatórias serão divididas em baterias  de acordo com o número de pilotos inscritos e classificarão  pilotos de acordo com o artigo 14 deste regulamento,

REPESCAGEM

ART.16 Dependendo do número de pilotos inscritos e das condições de tempo haverá repescagem que classificarão  pilotos que completarão o start gate, obedecendo o artigo 14 deste regulamento

CRONOGRAMA DE TREINOS E LARGADA

ART.17   Salvo caso de fenômenos naturais ou de natureza de força maior , os horários da largada e de encerramento das inscrições terão uma tolerância de no máximo 15 minutos.

ART.18-  Entre os limites da pista e o público deverá haver uma área de escape suficiente que permita que mesmo que um piloto falhe ao sair da pista não venha causar acidentes com o público. A pista deve ser isolada (cercada) com arame liso, cordas ou muro, de  modo que o público não permaneça dentro da pista.

ART.19- Marcar, mexer, cortar, alterar o traçado da pista é estritamente proibido. Modificações na pista apenas poderão ser realizadas pela organização.

ART.20- Apenas pilotos inscritos e a comissão técnica poderão percorrer a pista durante a corrida. Mecânico e chefe de equipe terão que permanecer na área do pit Line, sob risco de desclassificação de seu piloto.

ART.21- Um piloto que sair fora do trajeto da pista, poderá percorrer  paralelamente por fora ou por dentro do trajeto oficial, desde que não leve vantagem em relação ao piloto de trás e que não ultrapasse o piloto  da frente, no caso de ultrapassagem o piloto deverá devolver a posição, caso contrário o piloto será penalizado nas posições ganhas de forma indevida.

ART.22- Pilotos deverão seguir a pista demarcada, sinalizada por faixas ou bandeiras em locais visíveis. Não é permitido receber ajuda externa dentro da pista, somente a organização poderá auxiliar um piloto (exceto na categoria mirim).

.

ART.23-O critério de desempate para o campeonato é para o piloto que tiver mais vitórias. Persistindo o empate,   será para o piloto que tiver mais segundos lugares, e assim sucessivamente. Caso ainda persista o empate, a preferência será dada ao piloto mais bem colocado na última prova.

ART.24-Os pontos serão atribuídos para o COPA ALTOESTANA 2016, para os 15 (quinze) melhores pilotos classificados de cada categoria receberão os pontos em cada etapa como se segue abaixo, exceto na GRANDE FINAL que terá pontuação dupla, no sentido de diminuir o número de campeões por antecipação, acirrar e emocionar a batalha final.

1º Lugar – 25 Pts………..5º Lugar – 16 Pts………..09ºLugar – 12 Pts ………………13º Lugar – 08 Pts

2º Lugar – 22 Pts………..6º Lugar – 15 Pts………..10º Lugar – 11 Pts ……………..12º Lugar – 07 Pts

3º Lugar – 20 Pts………..7º Lugar – 14 Pts………..11º Lugar – 10 Pts ………………15º Lugar – 06 Pts

4º Lugar – 18 Pts………..8º Lugar – 13 Pts………..12º Lugar – 09 Pts

CLASSIFICAÇÃO

ART.25- Ao final do campeonato, será proclamado campeão, o piloto que houver somado o maior número de pontos em cada categoria.

ART.26- O vencedor de uma prova é o piloto que atravessar a linha de chegada em primeiro lugar. O momento em que uma motocicleta atravessa uma linha de controle será registrado quando a parte mais avançada dela atravessar a linha.

ART.27-  Um piloto não será classificado se ele não tiver obtido , pelo menos , 1/3 do número de voltas do líder. Todos os resultados devem ser homologados pelo Júri.

PREMIAÇÃO

ART.28  A COPA ALTOESTANA DE MOTOCROSS 2016, terá uma premiação mínima de R$ 5.000,00 por etapa.

PARALIZAÇÃO DE PROVA

ART.29- O Diretor de Prova tem o direito, sob sua própria iniciativa, por razões urgentes de segurança, ou caso de força maior, paralisar uma prova prematuramente ou cancelar uma parte ou todo o evento. Quando  a interrupção acontece antes de completar 50% da prova, será dado uma nova largada, se a interrupção acontece depois de completados os  50% da prova, dar-se por encerrada e a classificação será da volta anterior.

SINALIZAÇÃO

ART.30- Os sinais oficiais devem ser dados por meio de bandeiras como segue:

BANDEIRAS……………………………………………..SIGNIFICADO

Vermelha, Agitada……………………………………..Parada Imediata, Obrigatória para todos

Preta ………………………………………………………Piloto desclassificado deve abandonar a prova

Amarela, Fixa……………………………………………Perigo, redobre a atenção, pilotar devagar

Amarela, Agitada……………………………………….Perigo extremo, reduza a velocidade, Não saltar nem Ultrapassar

Azul, Agitada……………………………………………. Atenção, Dê passagem

Verde Agitada……………………………………………Largada autorizada

Xadrez Preta e Branca, Agitada…………………..Fim de Prova ou Treino

NÃO DIMINUIR A VELOCIDADE  EM BANDEIRA AMARELA AGITADA DESCLASSIFICA O PILOTO.

A bandeira azul deve ser usada por oficiais de sinalização suplementares, especializados para esta bandeira.

A idade mínima dos sinalizadores até 16 (dezesseis) anos com autorização dos pais.

ART.31- As ações serão interpretadas pelos oficiais responsáveis de acordo com os regulamentos específicos da

FEMORN; aquelas consideradas como antidesportivas, ou em desacordo com os interesses do esporte ou do evento em questão, estão sujeitas a sanções disciplinares previstas pelo Código Brasileiro de Justiça Disciplinar e Desportiva.

ART.32- O teste antidoping e de álcool podem ser efetuados, um piloto com o teste positivo será excluído de todo o evento. Penalidades adicionais poderão ser impostas.

PROTESTOS

ART.33- Os protestos contra pilotos, motocicletas e atitudes antidesportivas deverão ser feitos por escrito, pelo piloto ou chefe de equipe, e entregues ao Diretor de Prova, até 15 (quinze) minutos após a chegada do primeiro colocado.

Protestos contra resultados deverão ser feitos por escrito pelo piloto e entregues ao Diretor da Prova até 15 (quinze)

minutos após a divulgação do resultado final. Os protestos devem ser INDIVIDUAIS E POR ITEM e cada protesto

deverá ser acompanhado de uma taxa no valor de R$ 100,00 (Cem reais). No caso de protesto contra

motocicleta deverá ser acrescido o valor de R$ 200,00 (Duzentos Reais). No caso de improcedente 50% deste valor será revertido para o piloto protestado. Os protestos serão avaliados pelo Júri da Prova e, no caso de sua procedência, o valor será devolvido ao reclamante; em caso contrário, reverterá a favor da ORGANIZAÇÃO DO EVENTO;

Não cabem protestos contra as decisões das autoridades da prova.

ART.34- Os Casos Omissos a este regulamento serão julgados de acordo com os regulamentos da FEMORN.

ART.35- Este regulamento entrará em vigor a partir do momento de sua publicação e divulgação pela FEMORN junto aos filiados.

FEMORN – FEDERAÇÃO DE MOTOCICLISMO DO RN

Comissão Regional de Motocross

fev 04

Circuito Karatius de Motocross, Crateús – CE 06/03/16

.facebook_1454606531845

jan 05

Copa Cearense de Motocross 2016

E a copa continua!

em 2016 veja as Etapas!

06/03: 1ª ETAPA EM CRATEUS – CE

24/04: 2ª ETAPA EM ITAPAJÉ – CE

12/06: 3ª ETAPA EM QUIXERAMOBIM – CE

31/07: 4ª ETAPA EM MORADA NOVA – CE

28/08:  5ª ETAPA EM ITAPIPOCA – CE

11/09: 6ª ETAPA  EM MADALENA – CE

25/09:  7ª ETAPA EM CARIÚS – CE

30/10:  8ª ETAPA  EM QUIXADÁ – CE

27/11: 9ª ETAPA EM ACARAPE – CE

nov 25

XXVI Motocross de Brejo do Cruz – PB 27/12/2015

IMG-20151107-WA0155

nov 21

3° Bolao de Madalena – CE 20/12/2015

madalena bolao

nov 21

3 Motocross no Sitio Botao em Quixelo – CE 06/12/2015

quixelo botao 2015

nov 21

Final da Copa Cearense 2015 em Crato – CE 13/12/2015

Crato

Posts mais antigos «